R$ 9,50

É conhecida no Japão como insulina natural. Wow!
É nativo dos Estados Unidos mas parece que os Tupinambás consumiam isso no Brasil também, tanto que é chamado de Tupinambo na França.

A inulina presente na alcachofra-de-jerusalém, é um carboidrato diferente do amido. Segundo o Wikipedia, “a inulina, por meio da cocção, se decompõe em moléculas de frutose. Por esta razão é uma fonte importante de frutose para a indústria”. No Japão, esse vegetal fresco é consumido pelas donas de casa para o preparo de comida. Além disso, ele é vendido em pó, desidratado e como suplemento, tamanha a importância para quem tem diabetes.

A alcachofra-de-jerusalém contém 15% de inulina e pouco amido, cerca de metade da batatinha, por exemplo. De baixa caloria, é rica também em minerais como sódio, potássio, ferro, cálcio, fósforo e magnésio. Por isso, é apreciada pelos marombeiros e pessoas que visam a saúde. O potássio é responsável pela excreção de sódio (sal). É eficaz na pressão arterial elevada. Além disso, tem também a função de evitar espasmos dos músculos devido ao exercício de longo período.