Baixou o preço
R$ 4,20 R$ 4,50

A alfavaca é confundida comumente com o manjericão. Mas você não está totalmente errado em fazer essa confusão, pois eles fazem parte da mesma família. Sua principal diferença está no tamanho das folhas, por esse motivo um dos seus nomes é manjericão-de-folha-larga.

Ela é uma erva muito utilizada na culinária, mas os seus benefícios são tão expressivos que seu uso medicinal já faz parte de muitas culturas com milhares de adeptos que buscam na erva uma ajuda para cuidar da saúde e tratar algumas doenças. Vamos falar sobre os benefícios da alfavaca, entender para que serve, além de conferir algumas dicas para preparar e usar o seu chá no dia a dia.

Alfavaca – O que é?

A alfavaca é uma erva que pertence a família das mentas e ela é muito requisitada na culinária por causa da sua capacidade de acrescentar mais sabor e aroma aos alimentos.

Ela pertence a uma família com várias subespécies, todas conhecidas cientificamente como Ocimum basilicum. Embora seja confundida popularmente como manjericão, ela se diferencia pois suas folhas são maiores e mais largas, por esse motivo muitos a chamam de manjericão-de-folha-larga, alfavaca cheirosa ou basilicão.

Ainda que seja facilmente encontrada em muitas receitas mundo afora, os benefícios da alfavaca são tão expressivos que ela também é um recurso na medicina tradicional tâmil e ayurvédica, popular na Índia.

Também é visto como um ingrediente adicional na produção de sabonetes, perfumes, creme dental e shampoo. Além disso, a ingestão de suas sementes é uma das mais recentes tendências de saúde, mesmo que já seja praticada há milhares de anos em muitas partes do mundo.

A alfavaca oferece extratos e óleos essenciais que podem ajudar a prevenir uma porção de problemas de saúde, o que a torna uma das ervas medicinais mais importantes e conhecidas atualmente.

Para que serve a alfavaca?

A alfavaca contém muitas substâncias importantes, entre elas a vitamina K, vitamina C, vitamina B9, vitamina A, ferro, cobre, manganês, potássio, cálcio, aminoácidos, lisina, isoleucina, leucina, cistina e metionina. Sua ampla variedade de óleos essenciais é repleta de polifenóis, como flavonoides e antocianinas.

Toda essa composição serve para tratar e prevenir problemas relacionados à saúde. Por exemplo, ela serve para cuidar do coração, evitando o colesterol alto e o desenvolvimento de placas nas artérias, pode ajudar a prevenir alguns tipos de câncer, cuidar da saúde ocular e bucal, além de ser potente para combater a gripe, inflamações, inchaço, diminuir o estresse oxidativo, que ajuda a combater o envelhecimento precoce, entre outros. Seus benefícios são diversos e todos eles ajudam a promover a saúde de várias maneiras.

Benefícios da alfavaca

Os benefícios da alfavaca para a saúde incluem:

1. Pode ajudar a prevenir o câncer

A alfavaca pode ajudar a combater o câncer de forma natural. Seu consumo ajuda a melhorar a atividade de antioxidantes no nosso corpo, o que pode alterar a expressão genética das células, condicionando a sua morte, além de diminuir a divisão celular, que diminui o risco da célula se tornar cancerígena.

Uma revisão realizada em 2013 para investigar os possíveis efeitos da alfavaca indicou que ela demonstra potencial para ajudar a prevenir o câncer.  A atribuição foi feita aos sua composição rica em fitoquímicos como o eugenol, ácido rosmarínico, apigenina, mirtenal, luteolina, beta-sitosterol e ácido carnósico, que podem ser capazes de ajudar a prevenir alguns tipos de câncer, como o de pele, fígado, boca e pulmão.

2. Ajuda a saúde do coração

Além das folhas da alfavaca, as sementes também podem ser utilizadas para ajudar a manter em dia a saúde do coração. Alguns estudos mostraram que a sementes da planta podem ajudar a diminuir o colesterol ruim no sangue, que é o LDL. Outra vantagem é que o nível de potássio presente nas sementes proporciona um efeito hipotensor.

Essas condições ajudam a diminuir o risco de aterosclerose e o desenvolvimento de placa nas artérias e nos vasos sanguíneos. Seu efeito vasodilatador ajuda ainda a relaxar a tensão nas artérias e vasos sanguíneos, reduzindo assim a pressão sobre o sistema cardiovascular e suas chances de ataque cardíaco e derrame cerebral.

3. Reduz os efeitos do estresse oxidativo

Os radicais livres estão presentes em todas as partes, por esse motivo somos atingidos por eles o tempo todo, e essa condição pode trazer prejuízos para a saúde. Alguns alimentos, incluindo a alfavaca, são capazes de ajudar o nosso corpo a combater o estresse oxidativo e diminuir os danos que eles provocam.

Um estudo realizado com animais descobriu que aqueles que foram expostos ao estresse oxidativo e receberam folhas frescas de alfavaca apresentaram uma diminuição significativa nos níveis de açúcar no sangue e um aumento na atividade antioxidante, o que ajudou o organismo dos animais a lidar melhor com o estresse oxidativo.

4. Ajuda a controlar o açúcar no sangue

Um dos benefícios da alfavaca pode ser a capacidade de controlar os níveis de açúcar no sangue. As pessoas que sofrem com diabetes precisam controlar seus níveis de açúcar, pois o seu corpo pode não ser mais capaz de produzir insulina ou produz de forma insuficiente, e pode acontecer também do corpo ser resistente ao hormônio.

O Jornal Indiano de Fisiologia e Farmacologia publicou um estudo que mostrou que os níveis de açúcar em animais diminuíram depois de receber uma quantidade da erva. Outro pequeno estudo com 40 pacientes com diabetes sem dependência de insulina apresentou grandes reduções no nível de açúcar no sangue após consumir 2,5 gramas de folhas seca por dia. Os óleos presentes na alfavaca ajudam a melhorar a função do pâncreas e estimula-o a produzir a insulina de maneira mais eficaz.

5. Pode ajudar a reduzir a inflamação e o inchaço

Para reduzir o inchaço, muitas vezes recorremos à drenagem linfática, chás diuréticos e até a alguns medicamentos, mas esse também pode ser um dos benefícios da alfavaca, não somente para reduzir o inchaço, mas também a inflamação.

Um estudo mostrou que os extratos de alfavaca foram capazes de reduzir o inchaço em até 73% em apenas 24 horas após o tratamento. Esse resultado é muito semelhante a alguns medicamentos fabricados pela indústria farmacêutica.

Além disso, os pesquisadores, após os resultados de seus estudos, apoiaram o uso para o tratamento de doenças inflamatórias, como a artrite, por exemplo. Isso aconteceu porque a pesquisa foi realizada com ratos que tinham artrite e as evidências mostraram que o betacariofileno é um agente antiartrítico, devido à sua capacidade anti-inflamatória.

6. Contém propriedades antienvelhecimento

A busca por recursos capazes de nos fazer envelhecer mais lentamente é cada vez maior, por esse motivo muitas plantas e ervas são investigadas para identificar esses potenciais. A alfavaca é uma delas, e os resultados de algumas pesquisas apresentados em uma conferência indicaram que suas propriedades podem ajudar a prevenir alguns efeitos prejudiciais no corpo, pois ela contém antioxidantes e agentes antienvelhecimento.

As evidências mostraram que a erva foi eficaz para matar moléculas nocivas e prevenir danos causados ​​por alguns radicais livres em órgãos como o fígado, cérebro e coração.

O estudo também validou o uso dela na medicina ayurvédica, relatando que é uma substância rejuvenescedora, capaz de agir em um nível celular.

Outro estudo, esse publicado no Journal of Advanced Pharmacy Education & Research, apontou o extrato etanólico de Ocimum basilicum como um produto que contém mais atividade antioxidante do que o antioxidante padrão.

7. Promove a saúde do cérebro

O envelhecimento natural costuma afetar também o nosso cérebro, e a alfavaca pode ser útil para retardar essa degradação. A alfavaca contém manganês, que impulsiona a atividade dos transmissores no cérebro, que está ligada aos reflexos mentais. Além disso, contém cobre, conhecido por estimular a mente, melhorando suas funções.

Por fim, interfere no metabolismo das glicosilceramidas, conhecidas como esfingolípidos. Elas são moléculas que atuam como um escudo protetor, protegendo o cérebro dos radicais livres e do estresse oxidativo.

8. Pode ter um efeito antibacteriano

As bactérias estão presentes em praticamente tudo, principalmente nos alimentos. Adicionar alfavaca fresca na salada pode trazer um toque extra de sabor, mas também pode ajudar a reduzir o número de bactérias nocivas.

Esses benefícios da alfavaca se dão devido aos seus muitos óleos voláteis como o estragol, linalol, cineol, eugenol, sabineno, mirceno e limoneno. Segundo um estudo realizado em laboratório, essa composição pode ser eficaz para inibir o crescimento de muitas bactérias, incluindo Listeria monocytogenes, Staphylococcus aureus, E. coli, Yersinia enterocolitica e Pseudomonas aeruginosa.

9. Ajuda a aliviar o estresse

O estresse está muito presente no nosso dia a dia e muitas vezes pode interferir na nossa performance e também nas relações sociais. Algumas pesquisas relataram que o consumo regular de alfavaca pode ajudar a diminuir a depressão, impulsionar o humor e reduzir os níveis de hormônios de estresse no corpo.

10. Ajuda a aliviar a tosse e doenças respiratórias

Mais um dos benefícios da alfavaca é que ela pode ser usada para tratar a tosse, dor de garganta e outros problemas respiratórios. As suas folhas contêm propriedades que ajudam a aliviar o congestionamento e outros sintomas para facilitar a respiração. Essa é uma das razões pela qual é uma erva comumente recomendada para tratar problemas respiratórios na medicina ayurvédica.

11. Ajuda a saúde ocular

Atualmente, muitas pessoas passam horas na frente do computador e outros dispositivos, o que pode prejudicar a visão. Os olhos também são vulneráveis a infecções virais, bacterianas e fúngicas que podem ser muito perigosas.

Os benefícios da alfavaca para os olhos são relevantes. Suas folhas demonstram potencial para combater os radicais livres evitando diversas doenças oculares, além da degeneração da visão, glaucoma e também catarata.

12. Cuida da saúde bucal

A saúde da gengiva, boca e dentes é extremamente importante, afinal, a boca é a porta de entrada para os alimentos. A alfavaca pode ajudar a prevenir a inflamação das gengivas e tratar úlceras na boca. Além disso, pode ser uma boa opção para os cuidados com dentes e gengivas, pois as suas folhas ajudam a matar as bactérias e os germes que se escondem e provocam cáries, placa bacteriana, tártaro e mau hálito.

13. Pode prevenir e tratar a acne

Além de evitar o aparecimento de acne, podem existir benefícios da alfavaca para acelerar o processo de cicatrização das erupções. O óleo presente nas folhas frescas ajuda a limpar as bactérias da pele, e isso promove a desobstrução de poros entupidos, que é uma das principais causas da acne. Pode contribuir também com outros problemas de pele, como micose, psoríase e picadas de insetos. Seus efeitos anti-inflamatórios reduzem a inflamação da pele e proporcionam alívio, maciez e suavidade.